É sempre bom acreditar na alma humana!

Obrigada universo, por estar sempre do meu lado.

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

A vida mais doce é não pensar em nada.

Tô realmente tentando não pensar em nada, mais ta dificil viu.
que a serenidade me pegue nas férias Deus, Calma, muitooo calma!

A minha vontade é forte, mas a minha disposição de obedecer-lhe é fraca. [Drummond]
Ser feliz sem motivo é a mais autêntica forma de felicidade.


Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;
novo
até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?)

Não precisa
fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar arrependido
pelas besteiras consumadas
nem parvamente acreditar
que por decreto de esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre. [drummond]

Um feliz ano novo pra todos.


segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Feliz Natal e Prospero ano novo para todos.

Sem tempo pra postar aqui gentee, mas muito feliz e descansanda.
colocando minha cabeça em ordem, ainda não to pronta pra encarar nada mas to bem decidida do que quero e principalmente do que não quero em 2011.
Desejo a todos que tenham um ano novo abençoado e cheio de realizações.

*
Pensamos demasiadamente
Sentimos muito pouco
Necessitamos mais de humildade
Que de máquinas.
Mais de bondade e ternura
Que de inteligência.
Sem isso,
A vida se tornará violenta e
Tudo se perderá.

Nada é permanente nesse mundo cruel. Nem mesmo os nossos problemas. Tô muitoooo Feliz. =)
 [Charles Chaplin]

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Um pouco de ciência nos afasta de Deus. Muito, nos aproxima.

3 dias pra  viajar, tô feliz mas sinto que falta algo.. e sei que não posso preencher, paciência né! Nem tudo pode ser perfeito, e como um amigo sempre me diz, sou boa demais pra servir de tapa buraco na vida dos outros.
Apesar dos pesares. Tô feliz sim, tenho pessoas maravilhosas na minha vida, e sei que Deus olha por mim e quer o melhor pra minha vida. Basta que eu dê o melhor de mim pra que isso aconteça.
Obrigado Deus, por me ajudar a compreender o que não posso mudar.



Deus é como o açúcar no leite, não se vê o açúcar, mas se tirá-lo, fica sem sabor.
*
"Há tanta coisa no meu destino que não posso controlar, mas outras coisas estão, sim, sob a minha jurisdição. Existem determinados bilhetes de loteria que posso comprar, aumentando, assim, minhas chances de encontrar satisfação. Posso decidir como gasto meu tempo, com quem interajo, com quem compartilho meu corpo, minha vida, meu dinheiro e minha energia. Posso decidir o que como, o que leio e o que estudo. Posso escolher como vou encarar as circunstâncias desafortunadas da minha vida - se as verei como maldições ou como oportunidades (e, quando não tiver forças para adotar o ponto de vista mais otimista, porque estou sentindo pena demais de mim mesma, posso decidir continuar tentando mudar minha atitude). Posso escolher minhas palavras e o tom de voz com que falo com os outros. E, acima de tudo, posso escolher meus pensamentos."

'Comer Rezar Amar' - Elizabeth Gilbert


Você não tem direito de sair de perto de uma pessoa sem torná-la um pouco mais feliz.

domingo, 12 de dezembro de 2010

E o que foi perdido nem se compara com o que há de vir ♪

Sou o que se chαmα de pessoα impulsivα. Como descrever?
Acho que αssim: vem-me umα idéiα ou um sentimento e eu, em vez de refletir sobre o que me veio, αjo quαse que imediαtαmente.
O resultαdo tem sido meio α meio: αs vezes αcontece que αgi sob umα intuiçαo dessαs que nαo fαlhαm, αs vezes erro completαmente, o que provα que nαo se trαtαvα de intuiçαo, mαs de simples infαntilidαde.
Trαtα-se de sαber se devo prosseguir nos meus impulsos. E αté que ponto posso controlα-los. [...] Deverei continuαr α αcertαr e α errαr, αceitαndo os resultαdos resignαdαmente? Ou devo lutαr e tornαr-me umα pessoα mαis αdultα? E tαmbém tenho medo de tornαr-me αdultα demαis: eu perderiα um dos prαzeres do que é um jogo infαntil, do que tαntαs vezes é umα αlegriα purα.
Vou pensαr no αssunto. E certαmente o resultαdo αindα virα sob α formα de um impulso.
Nαo sou mαdurα bαstαnte αindα. Ou nuncα serei.”
 

[Clarice Lispector]


que eu esgote minhas lágrimas todos os dias
que meus sonhos não passem da realidade...
que meu amor contorne sorrisos
que minha dor seja intensa e tão minha até que eu seja feliz com ela
que eu não passe de mim
e que todos possam me sentir só assim.

*
Ainda que em alguns momentos me falte esperança, não deixarei de acreditar.
Ainda que todos se oponham, não deixarei de concordar.
Eu poderia mudar, deixar de argumentar, me calar, quase não incomodar...
Mas o que sou, a minha essência, não é alterado por vocês.
E agradeço a Deus por isso, pois se não, aonde eu estaria além de muito longe de mim mesma?

*

E a moça? De que lugar teria vindo? Que caminhos teria pisado? Que insuspeita das descobertas teria feito? Tu olharias a moça mas, as perguntas não acorrendo, o mistério que a envolveria seria desfeito -uma moça vestida de preto, sentada no chão de uma praça sem lago. Não poderias saber nada de mais absoluto sobre ela, a não ser ela própria. Fazendo perguntas, tu ouvirias respostas. Nas respostas ela poderia mentir, dissimular, e a realidade que estava sendo, a realidade que agora era, seria quebrada. pois, não fazendo perguntas, tu aceitarias a moça completamente. Desconhecida, ela seria mais completa que todo um inventário sobre o seu passado. Descobririas que as coisas e as pessoas só o são em totalidade quando não existem perguntas, ou quando essas perguntas não são feitas. Que a maneira mais absoluta de aceitar alguém ou alguma coisa seria justamente não falar, não perguntar -mas ver! Em silêncio.







A inteligência é quase inútil para quem não tem outras qualidades.

O que quer que você faça na vida, será insignificante. Mas é muito importante que você o faça. Porque ninguém mais o fará.Como quando alguém entra na sua vida, e metade de você diz que não está nem um pouco preparado, mas a outra metade diz: faça que ela seja sua para sempre.


A fidelidade está na mente e coração, naquilo que você é, no seu caráter.
 

Chega um tempo em que não se diz mais: meu Deus. Tempo de absoluta depuração. Tempo em que não se diz mais: meu amor. Porque o amor resultou inútil. E os olhos não choram. E o coração está seco. As guerras, as fomes, as discussões dentro dos edifícios provam apenas que a vida prossegue e nem todos se libertaram ainda. Alguns, achando bárbaro o espetáculo, prefeririam morrer. Chegou um tempo em que não adianta morrer. Chegou um tempo em que a vida é uma ordem. A vida apenas, sem mistificação.

*
Quer saber o que eu penso? Você aguentaria conhecer minha verdade? Pois tome. Prove. Sinta. Eu tenho preguiça de quem não comete erros. Tenho profundo sono de quem prefere o morno. Eu gosto do risco. Dos que arriscam. Tenho admiração nata por quem segue o coração. Eu acredito nas pessoas livres. Liberdade de ser. Coragem boa de se mostrar. Dar a cara a tapa! Ser louca, estranha, linda, chata! Eu sou assim. Tenho um milhão de defeitos. Sou volúvel. Tenho uma tpm horrível. Sou viciada em gente. Adoro ficar sozinha. Mas eu vivo para sentir. Vire meu mundo do avesso! Eu quero rir até a barriga doer. Chorar e ficar com cara de sapo. Este é o meu alimento: palavras para uma alma com fome. [Fernanda Mello]
*

Procure os seus caminhos,.
mas não magoe ninguém nessa procura.
 
Arrependa-se, volte atrás, peça perdão!
 
Não se acostume com o que não o faz FELIZ,
 
revolte-se quando julgar necessário.
 
Alague seu coração de ESPERANÇAS,
 
mas não deixe que ele se afogue nelas.
 
Se achar que precisa voltar, volte!
 
Se perceber que precisa seguir, siga!
 
Se estiver tudo errado, comece novamente.
 
Se estiver tudo certo, continue.

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Felicidade é ter o que fazer.

O que permanece sempre imutável por mais que se passem os anos, independente do estilo de vida que se escolha, independente de quantas vezes for preciso mudar. Algo capaz de despertar os sentimentos mais verdadeiros, mais insanos e inexplicáveis. A única coisa que nos diferencia um dos outros, porem é o que temos de comum indiscutivelmente. Essência, é o principio de tudo, as coisas mais simples o olhar, o sorriso, a intensidade do abraço. E não importa se o tempo lhe deixou mais gordo, mais magro, mais frio, mais amoroso, mais carente, mais recluso, sério, independente ou divertido. Ainda que você se torne irreconhecível, o brilho de seus olhos nunca vai mudar, a maneira que você aconchega as pessoas no seu abraço. Essência não se muda, não se rouba e nem se perde, porque é através dela que tudo que você possui na vida lhe foi concedido e as coisas que são suas não podem ser de mais ninguém.


A felicidade às vezes é uma bênção, mas geralmente é uma conquista.



'sem olhar pra trás, eu vou na !

Assim como as estações, as pessoas têm a habilidade de mudar. Não acontece com freqüência, mas quando acontece, é sempre para o bem. Algumas vezes leva o quebrado a se tornar inteiro de novo. Às vezes é preciso abrir as portas para novas pessoas e deixá-las entrar. Na maioria das vezes, é preciso apenas uma pessoa que tenha pavor de demonstrar o que sente para conseguir o que jamais achou possível. E algumas coisas nunca mudam. E que comece o novo jogo.

*

Pensando positivo reunirá forças para vencer obstáculos. Envolva-se pela música. Comece a sorrir mais cedo. Não lamente, descubra o que há de bom, dentro de si. Não viva emoções mornas ou vazias. Cultive seu interior e extraia o máximo de pequenas coisas. Seja transparente e deixe que as pessoas saibam que as estima e precisa delas. Tudo que merece ser feito, merece ser bem feito. Não trabalhe só pelo dinheiro e sim pela satisfação de “missão cumprida”. Lembre-se nem todos tem a mesma oportunidade. Busque alternativas e apresente soluções ao invés de problemas. Veja o lado bom das coisas. Não inveje. Admire. Seja entusiasta com o sucesso alheio, como seria com o seu. Não acumule fracassos e sim experiências. Dimensione seus problemas e não te deixes abater por eles. Finalmente ria das coisas a sua volta. A gente começa a ser feliz quando é capaz de rir da gente mesmo.

Não é que eu precise de coisas fáceis agora, mas não posso lidar com algo tão difícil.

Pé no chão e a cabeça nas alturas, tentando deixar o tempo agir e entregando a Deus.
Cansei de tentar entender os outros e to tentando entender a mim mesma, chega de me culpar. Definitivamente A CULPADA NÃO SOU EU, me iludo e me F. sozinha né! haha
NÃO DIGO AMANDO, MAIS SIM, MUITO ENCANTA. e todo encanto tem seu momento, esse vai passar, tenho certeza.

Uffa, 1 SEMANAAAA.
Vamos ao trabalho. =)




O ENCANTO NOSSO DE CADA DIA!

Ainda bem que o tempo passa! Já imaginou o desespero que tomaria conta de nós se tivéssemos que suportar uma segunda feira eterna?
A beleza de cada dia só existe porque não é duradoura. Tudo o que é belo não pode ser aprisionado, porque aprisionar a beleza é uma forma de desintegrar a sua essência. Dizem que havia uma menina que se maravilhava todas as manhãs com a presença de um pássaro encantado. Ele pousava em sua janela e a presenteava com um canto que não durava mais que cinco minutos. A beleza era tão intensa que o canto a alimentava pelo resto do dia. Certa vez, ela resolveu armar uma armadilha para o pássaro encantado. Quando ele chegou, ela o capturou e o deixou preso na gaiola para que pudesse ouvir por mais tempo o seu canto.
O grande problema é que a gaiola o entristeceu, e triste, deixou de cantar.
Foi então que a menina descobriu que, o canto do pássaro só existia, porque ele era livre. O encanto estava justamente no fato de não o possuir. Livre, ele conseguia derramar na janela do quarto, a parcela de encanto que seria necessário, para que a menina pudesse suportar a vida. O encanto alivia a existência...Aprisionado, ela o possuia, mas não recebia dele o que ela considerava ser a sua maior riqueza: o canto!
Fico pensando que nem sempre sabemos recolher só encanto... Por vezes, insistimos em capturar o encantador, e então o matamos de tristeza.
Amar talvez seja isso: Ficar ao lado, mas sem possuir. Viver também.
Precisamos descobrir, que há um encanto nosso de cada dia que só poderá ser descoberto, à medida em que nos empenharmos em não reter a vida.
Viver é exercício de desprendimento. É aventura de deixar que o tempo leve o que é dele, e que fique só o necessário para continuarmos as novas descobertas.
Há uma beleza escondida nas passagens... Vida antiga que se desdobra em novidades. Coisas velhas que se revestem de frescor. Basta que retiremos os obstáculos da passagem. Deixar a vida seguir. Não há tristeza que mereça ser eterna. Nem felicidade. Talvez seja por isso que o verbo dividir nos ajude tanto no momento em que precisamos entender o sentimento da tristeza e da alegria. Eles só são suportáveis à medida em que os dividimos...
E enquanto dividimos, eles passam, assim como tudo precisa passar.
Não se prenda ao acontecimento que agora parece ser definitivo. O tempo está passando... Uma redenção está sendo nutrida nessa hora...
Abra os olhos. Há encantos escondidos por toda parte. Presta atenção. São miúdos, mas constantes. Olhe para a janela de sua vida e perceba o pássaro encantado na sua história. Escute o que ele canta, mas não caia na tentação de querê-lo o tempo todo só pra você. Ele só é encantado porque você não o possui.
E nisto consiste a beleza desse instante: o tempo está passando, mas o encanto que você pode recolher será o suficiente para esperar até amanhã, quando o passaro encantado, quando você menos imaginar, voltar a pousar na sua janela.


Queria que as coisas fossem fáceis. 

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Só volte pra folha em branco e caminhe com mais calma.

Sim, preciso aprender a voltar pra folha em branco e a recomeçar.
Preciso de forças Meu Deus. =/

"Não, eu não quero ser medíocre, não
. Deus não me deu esse estômago enjoado, essa alergia encantada de vida e esse coração disparado à toa. (...) Não, eu não quero ser medíocre, não eu não quero desistir, não quero optar pelo caminho mais fácil, não quero que a energia negativa me enterre."


Me mαnde mentαlmente coisαs boαs. Estou tendo uns dias difíceis, mαs nαdα, nαdα de grαve... é só sαudαde.

Lá está ela, mais uma vez. Não sei, não vou saber, não dá pra entender como ela não se cansa disso. Sabe que tudo acontece como um jogo, se é de azar ou de sorte, não dá pra prever. Ou melhor, até se pode prever, mas ela dispensa. Acredito que essa moça, no fundo, gosta dessas coisas. De se apaixonar, de se jogar num rio onde ela não sabe se consegue nadar. Ela não desiste e leva bóias. E se ela se afogar, se recupera. Estranho é que ela já apanhou demais da vida. Essa moça tem relacionamentos estranhos, acho que ela está condicionada a ser uma pessoa substituta. E quem não é? A gente sempre acha que é especial na vida de alguém, mas o que te garante que você não está somente servindo pra tapar buracos, servindo de curativo pras feridas antigas? A moça.. ela muito amou, ama, amará, e muito se machuca também. Porque amar também é isso, não? Dar o seu melhor pra curar outra pessoa de todos os golpes, até que ela fique bem e te deixe pra trás, fraco e sangrando. Daí você espera por alguém que venha te curar. As vezes esse alguém aparece, outras vezes, não. E pra ela? Por quem ela espera? E assim, aos poucos, ela se esquece dos socos, pontapés, golpes baixos que a vida lhe deu, lhe dará. A moça - que não era Capitu, mas também tem olhos de ressaca - levanta e segue em frente. Não por ser forte, e sim pelo contrário... por saber que é fraca o bastante para não conseguir ter ódio no seu coração, na sua alma, na sua essência. E ama, sabendo que vai chorar muitas vezes ainda. Afinal, foi chorando que ela, você e todos os outros, vieram ao mundo.
*

"Sabe o que eu quero de verdade?!
 Jamais perder a sensibilidade,
 mesmo que às vezes ela arranhe um pouco a alma.
 Porque sem ela não poderia sentir a mim mesma."


"porque ruim é não sentir nada, a solidão faz parte"

domingo, 5 de dezembro de 2010

Sorria mais, leve a vida simplesmente.

Me defino com os meios termos dos paradoxos.
Acredito em astrologia, na capacidade que as pessoas têm de emanar energia, no poder da música, em tudo que penso e em tudo o que faço.

Aprendi que a vida é minha e ninguém tem nada a ver com isso, não me importo com o que os outros irão falar ou pensar, porque já é difícil saber o que eu própria penso.
Procuro viver sempre com entusiasmo e dando o melhor de mim para as diversas situações que vivencio no dia-a-dia. "Porque eu sou do tamanho daquilo que sinto, que vejo e que faço, não do tamanho que as pessoas me enxergam."
Amo minha família incondicionalmente. Encontro minha paz interior meditando, admirando e/ou curtindo as pequenas e simples coisas da vida. 
Não sei viver sem o brilho do sol, da lua e das estrelas, assim como a energia da água e o andar descalço. Tenho sede de cultura e fome de conhecimento. 
Preciso sempre de um desafio, não como barreira, mas como uma emoção.



Tô relendo minha lida, minha alma, meus amores 
Tô revendo minha vida, minha luta, meus valores 
Refazendo minhas forças, minhas fontes, meus favores 
Tô regando minhas folhas, minhas faces, minhas flores
-
Tô limpando minha casa, minha cama, meu quartinho 
Tô soprando minha brasa, minha brisa, meu anjinho
Tô bebendo minhas culpas, meu veneno, meu vinho 
Escrevendo minhas cartas, meu começo, meu caminho 
-
Estou podando meu jardim
Estou cuidando bem de mim

/(,")
./\.
_||_
O único tirano que aceito neste mundo é a pequena voz silenciosa que há dentro de mim.

Sou cαpαz de levαntαr umα vez mαis!

Boa noite gente.
Hoje me encontro em um momento triste, tô extremamente cansada, e precisando de ferias dos problemas também. Que tristeza. =/

 A alma só não é visível para os que pouco vêem.
Fonte dos desejos, seu aquário em ebulição. Jogue a moedinha e será atendido. Não precisa procurar muito longe, os milagres são todos seus. Você andou por muitos lugares, conheceu os endereços mais quentes e as maiores frias... Já está de bom tamanho. Agora já dá pra voltar pra casa, processar a experiência, mirar-se no espelho, se rever.


Compreende que inclusive pequenos atritos, sem aparente importancia podem criar grandes sombras.

Sabe o amor?
ele não começa com "era uma vez" e nem termina com "felizes para sempre".
ele começa com um sorriso; uma lágrima. ele começa com palavras doces, simpáticas e verdadeiras. ele começa com um olhar, com uma conversa. ele começa como uma música, que faz todos entrarem dentro dela e envolve cada vez mais em suas armadilhas. independente das pessoas, dos lugares, e dos tempos, sempre vai ser amor;
o amor não é feito de palavrinhas idiotas; o amor é feito de grandes gestos; como aviões levandos faixas sobre estádios; propóstas em telões, ou palavras gigantes escritas no céu. o amor é ir mais além mesmo que doa, deixando tudo pra traz.
o amor é encontrar uma corajem dentro de si que nem se sabia que existia.



*
"— Você poderia me dizer, por gentileza, como é que eu faço pra sair daqui?
— Isso depende muito de para onde você pretende ir.
— Para mim tanto faz para onde quer que seja...- respondeu Alice.
— Então, pouco importa o caminho que você tome.
— ...contanto que eu chegue em algum lugar...- acrescentou Alice, explicando-se melhor.
— Ah, então certamente você chegará lá se você continuar andando bastante...
Lewis Carroll, 1865."

sábado, 4 de dezembro de 2010

Nos sonhos a gente se encontra, meu bem!

Faço de mim casa de sentimentos bons
Onde a má fé não faz morada
E a maldade não se cria

Me cerco de boas intencões
E amigos de nobres corações
que sopram e abrem portões
com chave que não se copia.

*

Cheia de luz.
E o mais bonito foi quando ela descobriu que podia ouvir e entender estrelas.
Só quem ama pode. 

*

Vou dizendo leve, 
vou dizendo louco e 
vou dizendo longo sem pausa, 
me dei conta cedo de que 
a felicidade é fácil.
*

Às vezes é preciso diminuir a barulheira, parar de fazer perguntas, parar de imaginar respostas, aquietar um pouco a vida para simplesmente deixar o coração nos contar o que sabe.

*

Dizem que a gente tem o que precisa. 
Não o que a gente quer.
Tudo bem. Eu não preciso de muito.
Eu não quero muito. Eu quero mais..

*

E a doçura é tanta que faz insuportável cócega na alma. 
Viver é mágico e inteiramente inexplicável

*

Felicidade é quando o que você pensa, o que você diz e o que você faz 
estão em harmonia.

*

Eu retribuo o sorriso. Eu correspondo ao abraço. 
Eu digo sim. Eu quero sim. 
Eu sinto sins.

*

Que floresçam todas as sementes, mas se uma crescer, 
já vou lhe dizer, você já vai me ver contente.

*

Aqui só existe o Bem, você deseja o mal...
eu te desejo AMOR!

*

Amigo, obra-prima que conta o milagre que acontece toda vez que a vida arruma um modo para aproximar as almas irmãs. 

Querer-bem não tem beiradas.

O amor chega e abre as janelas, escancara as portas todas, rasga o tecido frágil das redomas que criamos para nos proteger, a gente se assusta. Olhando de perto ou de longe, não é sem razão.
É preciso, apesar dos medos todos, ter valentia para ser e sentir, essa capacidade que o amor, habilidoso, consegue burilar com toda a calma do mundo em nós.
Como se essa calma não pudesse durar. 
Algo está sempre por acontecer. 
O imprevisto me fascina.
 



E é maravilhoso ver que tudo o que sempre quis é simples, belo, acessível, fácil, do bem.


Todo o bem que eu puder fazer, toda a ternura que eu puder demonstrar a qualquer um, amigo ou não, que eu os faça agora, que não os adie ou esqueça, pois não passarei duas vezes pelo mesmo caminho.
*
Ando cheia de saudade, com o coração cheio de carinho, e com o corpo e alma,cheinhos de amor...
é tanto que nem sei.

*

E eu tinha resolvido que ia dormir para poder sonhar, estava com saudades das novidades do sonho.

*
Quero a vibração do alegre. Quero a isenção de Mozart. Mas quero também a inconseqüência.

*

os mais lindos bordados da vida são feitos com os fios de delicadeza que respeitam a sabedoria amorosa do tempo do coração.