É sempre bom acreditar na alma humana!

Obrigada universo, por estar sempre do meu lado.

sábado, 29 de janeiro de 2011

Oii amores..
quanto tempo sem vim aqui postar né, tenho andando muito ocupada ultimamente. O trabalho tem exigido bastante, mais to muito feliz e bastante realizada nos ultimos dias. Minha vida tem estado da forma que eu precisava que estivesse agora, coloquei-a nas mãos de Deus e ele tem me recompensado da forma mais justa possivel!
Obrigada por tudo Pai, Obrigada universo por mais uma vez estar ao meu favor nesse novo ciclo da minha vida.

Ouse! Não tenha medo do risco, não tenha medo de lançar-se ao desconhecido, de experimentar novas sensações. Arrisque-se, mesmo que isto implique abandonar velhos pensamentos, abrir mão de certos comportamentos.
Siga em frente, mas não abandone o passado, ele pode lhe servir de referência para o futuro; avance na direção dos seus objetivos, mesmo que estes pareçam impossíveis de serem alcançados, continue acreditando na sua força, no seu talento e na sua determinação.

Observe ao seu redor, descubra novas oportunidades, permita-se mudar de rota mesmo que já tenha andado muito no caminho anterior, esteja atento aos atalhos se estes forem acompanhados da ética e transparência nas relações.
Vivencie cada momento, o tempo não pára, aproveite cada minuto com intensidade, entusiasmo e emoção. Viva o dia como se fosse único, não deixe para amanhã o que é importante hoje.
Fale o que está preso na garganta, diga o que pensa, mas sem perder a elegância no comportamento, respeitando a diversidade de opiniões. Apresente novas soluções para velhos problemas. Discuta regras impostas e perceba o que chamava de regra na verdade não era. Encontre sua voz interior.Busque o inatingível, mesmo que isto signifique olhar para dentro de si mesmo, busque o seu destino, busque o elo perdido, talvez escondido nas estranhas da sua alma. Busque a areia para encontrar o mar, busque as estrelas para encontrar o universo, busque significados para encontrar si encontrar.
Cante novas melodias, solte suas amarras, improvise se for necessário, desafine se for oportuno, só não deixe de se expressar, cante uma nova canção a cada dia, crie outras notas musicais.
Sonhe! O sonho não sonhado, um sonho inimaginável, aquele sonho sem vontade de acordar. Sonhe com as alturas sem tirar os pés do chão, sonhe com o sucesso que não implica em fama e dinheiro, mas em realização pessoal.
Ame! Ame muito, mesmo que pareça utopia, ame sem medo de parecer leviano, ame com força, ame em palavras, ame em gestos, ame silenciosamente. Simplesmente ame, ame o trabalho, ame o conhecimento, ame as pessoas, ame a natureza, ame a vida.
Termine cada dia como se fosse o último, termine cada tarefa como se esta fosse incorrigível, termine o dia com a certeza do dever cumprido, com a certeza de ter feito o melhor em todos os aspectos, com a certeza de estar pronto para uma nova jornada, uma jornada desconhecida, cheia de novas trilhas e certamente cheia de expectativas. E recomece entendendo o que não foi dito, pois todas as palavras podem ser benditas.(Palavras Benditas -Madalena Carvalho)

*_*

E quando a energia já não cabe mais em mim, ela explode, transborda, escorre... 
Continuo presa à esse amor que tenho pela liberdade... Quero a alucinante força da verdade pra mim. Essa gosma restante de vida não interessa. Eu quero o brilho da vontade, a explosão do antes contido, a escolha da entrega, o mergulho do escuro, o cheio do vazio, o amor ao nada, ao impuro, ao perverso ... Eu quero amor à tudo, eu grito amor à tudo! Quero ser contaminada pela alegria!! Deixa vir!! Deixe-me ir!! Quero a beleza do estranho, a estranheza do absurdo, a lucidez do louco.
 
Eu quero muito, mas não quero tanto...
 
Eu só quero o mundo, até que ele não me queira mais.




domingo, 16 de janeiro de 2011

E todos os dias ficarei tão alegre que incomodarei os outros, o que pouco me importa, já que eu tantas vezes sou incomodada pela alegria superficial e digestiva dos outros.
*
A prova de que estou recuperando a saúde mental, é que estou cada minuto mais permissiva: eu me permito mais liberdade e mais experiências. E aceito o acaso. Anseio pelo que ainda não experimentei. Maior espaço psíquico.
Estou felizmente mais doida.
*

Porque a vida só se dá pra quem se deu
Pra quem amou, pra quem chorou, pra quem sofreu 
Ah, quem nunca curtiu uma paixão nunca vai ter nada, não 
Não há mal pior do que a descrença
Mesmo o amor que não compensa é melhor que a solidão 
Abre os teus braços, meu irmão, deixa cair
Pra que somar se a gente pode dividir 
Eu francamente já não quero nem saber 
De quem não vai porque tem medo de sofrer 
Ai de quem não rasga o coração, esse não vai ter perdão 
Quem nunca curtiu uma paixão, nunca vai ter nada não…
*

Eu sou um ser totalmente passional. Sou movida pela emoção, pela paixão. Tenho meus desatinos. Detesto coisas mais ou menos, não sei amar mais ou menos, não me entrego de forma mais ou menos. Se você procura alguém coerente, sensata, politicamente correta, racional, cheia de moralismo… Equeça-me! Se você sabe conviver... com pessoas intempestivas, emotivas, vulneráveis, amáveis, que explodem na emoção: acolha-me!
*

Existe aqui uma mulher

Uma bruxa, uma princesa, uma diva, que beleza



Escolha o que quiser


Mas ande logo, vá depressa


Nem se atreva a pensar muito


O meu universo ainda despreza


Quem não sabe o que quer.




- Você acha que o nosso amor pode fazer milagres?
- Eu acho que o nosso amor pode fazer tudo aquilo que quisermos. É isso que te traz de volta pra mim o tempo todo.
*

Ela é intensa e tem mania de sentir por completo, de amar por completo e de ser por completo.
*Deixo as interrogações para os que não têm certeza..









Quero as melhores lembranças, ou prefiro não lembrar..

Para a falta de tempo, gargalhada.
para as lágrimas, abraço.
para a dúvida, amigos.
para o cansaço, sorriso da familia.
para o desejo, seus braços.
para alegrias, pequenos cuidados.
para os caminhos, todos os passos.
para a vida, todos os traços.

porque a perfeição, é um vôo.
e a felicidade, expansiva.



Palavras para que?
Quem fala de amor, não espera retorno.
Simplesmente acredita! 
Tenho uma poção mágica...
Bebendo te esqueces de tudo o que
consideras "problema" É feita de "Deixe para lá", "Não ligue",
"Esqueça", "Amanhã é outro dia", "Graças a Deus" e
"Deus me livre".Coloquei um beijinho lá dentro...
Mexi tudo. Pronto!
Virou doçura.
Deu certo. 
Bebi e ofereci aos meus amigos.
Chamei esta poção mágica de Pequeno Milagre!...

*

Eu fico no meu canto e não me exponho
embora ponha a alma na janela. 
Eu fico de vigília e não me espanto 
mas cuido de observar
e às vezes canto.

*
Acredito nos olhos de quem está apenas observando, aprendendo, sem julgamento. Acredito que existe um lugar para mim, assim como existe lugar para todo mundo.Porque existe lugar para todo mundo. É só procurar... Eu acredito. Acredito no tempo.O tempo é nosso amigo, nosso aliado, não o inimigo que traz as rugas e a morte.
O tempo é que mostra o que realmente valeu a pena, o tempo nos ensina a esperar, o tempo apaga o efêmero e acaba com a dúvida.

*

“Quando fazemos tudo para que nos amem e não conseguimos, resta-nos um último recurso: não fazer mais nada. Por isso, digo, quando não obtivermos o amor, o afeto ou a ternura que havíamos solicitado, melhor será desistirmos e procurar mais adiante os sentimentos que nos negaram. Não fazer esforços inúteis, pois o amor nasce, ou não, espontaneamente, mas nunca por força de imposição. Às vezes, é inútil esforçar-se demais, nada se consegue; outras vezes, nada damos e o amor se rende aos nossos pés. Os sentimentos são sempre uma surpresa. Nunca foram uma caridade mendigada, uma compaixão ou um favor concedido. Quase sempre amamos a quem nos ama mal, e desprezamos quem melhor nos quer. Assim, repito, quando tivermos feito tudo para conseguir um amor, e falhado, resta-nos um só caminho… o de mais nada fazer.”

Displicente.

Oi gente Lindaa..
Hoje não to muito inspirada pra escrever não!!
Tô sem tempo de postar, to trabalhando por isso  to aparecendo pouco por aqui, mas to muito FELIZZ!!
Otima semana pra tdos, vou fazer o possivel pra postar bastante hoje!! =)

Caminho fora da estrada comum, para encurtar distância.

Obrigada Senhor por ter me plantado nessa terra, nessa família, e por ter me ensinado não somente a construir pontes, mas a quebrar muralhas.
*

Tudo com o que eu me importo, me importa muito.
Me suga, me leva, me atrai, 
se funde com tudo o que sou e me consome.
Toda. Por inteiro. Sorte minha me doar tanto -
e com tal intensidade - e ainda sair viva dessa vida." ( Fe Mello)

*

E tô achando bom, tô repetindo que bom, Deus,
que sou capaz de estar viva sem vampirizar ninguém, 
que bom que sou forte, que bom que suporto
que bom que sou criativa e até me divirto e
descubro a gota de mel no meio do fel.
 Colei aquele "Eu Amo Você" no espelho.
 É pra mim mesmo".
(Caio Fernando Abreu)

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Fechar os olhos e sentir que eu vivo bem com a solidão.. =)

Oi gente lindaaa!! Enfim tô em casa novamente e poderei voltar a postar meus melhores.
Muito feliz, tranquila e descansadaa! Meu 2011 começa hoje, e espero que tudo de bom aconteça e permaneça na minha vida e de todos.
Otimo ano pra todos nós!


 
E a moça? De que lugar teria vindo? Que caminhos teria pisado? Que insuspeita das descobertas teria feito? Tu olharias a moça mas, as perguntas não acorrendo, o mistério que a envolveria seria desfeito -uma moça vestida de preto, sentada no chão de uma praça sem lago. Não poderias saber nada de mais absoluto sobre ela, a não ser ela própria. Fazendo perguntas, tu ouvirias respostas. Nas respostas ela poderia mentir, dissimular, e a realidade que estava sendo, a realidade que agora era, seria quebrada. pois, não fazendo perguntas, tu aceitarias a moça completamente. Desconhecida, ela seria mais completa que todo um inventário sobre o seu passado. Descobririas que as coisas e as pessoas só o são em totalidade quando não existem perguntas, ou quando essas perguntas não são feitas. Que a maneira mais absoluta de aceitar alguém ou alguma coisa seria justamente não falar, não perguntar -mas ver! Em silêncio.


*_*
'Que eu não perca a vontade de ajudar as pessoas mesmo sabendo que muitas delas são incapazes de ver, reconhecer e retribuir.
Que eu não perca o equilíbrio mesmo sabendo que muitas forças querem q eu caia.
Que eu não perca a vontade de amar mesmo sabendo que a pessoa que mais amo podem não sentir o mesmo por mim.
Que eu não perca a garra mesmo sabendo que derrota e a perda podem existir.
Que eu não perca a razão mesmo diante das tentações.
Que eu não perca o sentimento de justiça mesmo sabendo que o prejudicado possa ser eu mesma.
Que eu não perca o amor por minha família mesmo sabendo que as vezes ela me exija enormes esforços para manter a harmonia.
Que eu não perca a vontade de doar esse amor que há em meu coração, mesmo que muitas vezes ele seja até rejeitado.
E que eu jamais esqueça que Deus esta presente em todas as coisas!'

*_*

Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exato. E então, pude relaxar.
Hoje sei que isso tem nome... Auto-estima.
Quando me amei de verdade, pude perceber que minha angústia, meu sofrimento emocional, não passa de um sinal de que estou indo contra minhas verdades.
Hoje sei que isso é...Autenticidade.
Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.
Hoje chamo isso de... Amadurecimento.
Quando me amei de verdade, comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo, mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesmo.
Hoje sei que o nome disso é... Respeito.
Quando me amei de verdade comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável... Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo. De início minha razão chamou essa atitude de egoísmo.
Hoje sei que se chama... Amor-próprio.
Quando me amei de verdade, deixei de temer o meu tempo livre e desisti de fazer grandes planos, abandonei os projetos megalômanos de futuro.
Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo.
Hoje sei que isso é... Simplicidade.
Quando me amei de verdade, desisti de querer sempre ter razão e, com isso, errei muitas menos vezes.
Hoje descobri a... Humildade.
Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de preocupar com o futuro. Agora, me mantenho no presente, que é onde a vida acontece.
Hoje vivo um dia de cada vez. Isso é... Plenitude.
Quando me amei de verdade, percebi que minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando a coloco a serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada.
Tudo isso é... Saber viver!!!
[Charles Chaplin]