É sempre bom acreditar na alma humana!

Obrigada universo, por estar sempre do meu lado.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Peço licença ao meu ódio tão feio e tão infinito para te amar só mais uma vez.

Mas resolvi não falar hoje em saudade,
nem dar a entender
“saudade” por carinhos...
Senão me derramaria demais e perderia o equilíbrio que
é tão necessário pelo menos para se dormir de noite."



Meu coração está sossegado,
não se trata de reacender chama alguma.
Este encontro acidental só confirmou o que eu sempre soube:
que aquele amor foi uma vaidade extrema de minha parte...



O tempo passou, eu continuei acordando e indo dormir todos os dias querendo ser mais feliz para ele, mais bonita para ele, mais mulher para ele. Até que algo sensacional aconteceu. Um belo dia eu acordei tão bonita, tão feliz, tão realizada, tão mulher, que eu acabei me tornando mulher demais para ele. Ele? Quem mesmo?



Nenhum comentário:

Postar um comentário